Etiqueta

Arquitetura

1_Puente_impreso_3D

Inaugurada a primeira ponte do mundo construída a partir de impressão 3D

No dia 14 de dezembro do ano passado, foi inaugurada em Madri a primeira ponte peatonal do mundo construída a partir de impressão 3D. Desenvolvida pelo Instituto de Arquitectura Avanzada de Cataluña (IAAC) em um processo que levou mais de um ano e meio para ser concluído, a estrutura cruza um córrego do parque Castilla-La Mancha em Alcobendas.

Embora existam iniciativas similares na Holanda, esta é a primeira a ser construída. Trata-se de uma estrutura impressa em concreto micro-reforçado de 12 metros de comprimento e 1,75 metro de largura.

De acordo com o IAAC, o projeto paramétrico permitiu “otimizar a distribuição do material e minimizar a quantidade de resíduos mediante a reciclagem da matéria prima durante a fabricação. O projeto computacional também permitiu maximizar o desempenho estrutural, direcionando material apenas onde este é necessário, com total liberdade de formas, mantendo a porosidade graças à aplicação de algorítimos generativos e desafiando as técnicas tradicionais de construção.”

Em entrevista com o ArchDaily em Espanhol, Areti Markopoulou – Diretora Acadêmica do IAAC – explica uma dos desafios do projeto: “o tamanho da peça impressa foi um fator crucial, pois as dimensões máximas permitidas pelo equipamento são 2m x 2m x 2m. Isso influenciou muito a estratégia e o desenho.”

O projeto executivo, liderado pela ACCIONA, foi desenvolvido por uma equipe multidisciplinar de arquitetos, engenheiros mecânicos, engenheiros civis e representantes da administração municipal.

Cliente: Prefeitura de Alcobendas

Equipe de projeto: IAAC, Areti Markopoulou, Rodrigo Aguirre, Alexander Dubor, Jayant Khanuja
Construtora: ACCIONA
Em colaboração com: D-Shape – Enrico Dini

Cortesia de IAAC

Cortesia de IAAC
Cortesia de IAAC

Fonte: Archdaily

lp-body-image600x300

Guia definitivo para adoção estratégica do BIM

Cresça com profissionalismo e inovação

Como bom arquiteto, você detesta ‘puxadinhos’ – para entregar o resultado esperado por seus clientes, você sabe a importância de um bom projeto e de uma execução da obra de acordo com o planejamento.

Assim como você, a grande maioria dos profissionais de AEC já entende que a metodologia BIM muda a forma de planejar, projetar, construir e manter ambientes construídos. O impacto do BIM nos projetos é mensurável através dos custos e prazos de execução reduzidos, e também transparece nos resultados financeiros da obra e todos seus agentes.

Neste guia produzido pela Autodesk, você aprenderá um pouco mais sobre como a implantação do BIM em sua prática de arquitetura poderá ajuda-lo a crescer de forma sólida, aumentando sua lucratividade, conquistando mais projetos, trabalhando com mais eficiência e mantendo seus clientes mais satisfeitos.

Acesse, preencha o formulário  e receba o Guia. Boa leitura!

Businessman Notepad Roi Word Concept

Medindo o ROI em BIM

02_figblog

A Autodesk vem conversando com várias empresas líderes em AEC, que já mencionaram a dificuldade em calcular o valor do BIM, e por isso contratou uma pesquisa através de duas empresas independentes: King Brown Partners e Scan Consulting.

Foi um processo estruturado em etapas, entrevistando empresas Norte Americanas e também alguns Grupos Executivos de São Paulo.

O material está muito bem elaborado e irá apoiar várias decisões profissionais e de negócio neste momento oportuno que estamos passando agora no Brasil. Porque é exatamente no período de pouco movimento que devemos investir em melhorias de processo, renovação da capacitação da equipe e melhorias de infraestrutura corporativa.

01_figblog

É extremamente importante que Proprietários, Incorporadoras e Construtoras entendam que a metodologia permite redução de prejuízos. BIM não pode ser associado apenas aos Arquitetos que desejam fazer maquetes eletrônicas bonitas, mas sim a todos os níveis, com o intuito de desenvolver um projeto de fácil compreensão e aprovação, mas servindo efetivamente para apoiar a construção, e mais além, na operação e manutenção de empreendimentos que irão perdurar por 50, 100 anos, ou mais.

No Cálculo do investimento, por exemplo, foram considerados vários aspectos, como:

  • Investimento Inicial
  • Custos por projeto
  • Planejamento estratégico

Se você ainda faz perguntas do tipo…

  • Como dimensionar o BIM à minha empresa ou ao Projeto em questão?
  • O que posso medir para embasar uma decisão por inovação?
  • Qual o impacto em cada nível profissional, e como adequar as funções antigas aos novos processos de trabalho, para que haja sucesso com o BIM?

Estas e outras são abordadas no E-book, e soluções são sugeridas de acordo com as melhores práticas dos Líderes em BIM, dos EUA e do Brasil.

Afinal, a adoção do BIM está diretamente associada ao fato de que todos os envolvidos no ciclo de vida do Empreendimento querem ganhar mais dinheiro. Seja por entregar um projeto totalmente compatibilizado, com menor consumo de HH, ou seja porque a construtora vai conseguir cumprir os prazos, reduzir as perdas de material, programar efetivamente cada tarefa.

Quanto mais rápido e eficiente o Ciclo de Projeto é concluído, maior o retorno do investimento também para quem vai operar uma Universidade, Centro Empresarial, Shopping, Fábrica, Hospital ou qualquer outro tipo de estabelecimento.

O E-book é gratuito e está disponível no site da Autodesk: clique aqui

13524071_1053645488051069_610390745_o

Workshops Hands On Autodesk

Turmas lotadas para aprender tudo sobre os melhores softwares de arquitetura e construção do mercado!

Nossos especialistas em produtos Autodesk realizaram no mês de junho uma série de 3 workshops, que tiveram como objetivo explorar alguns dos principais recursos dos softwares Revit, Navisworks e Infraworks 360.  Os encontros foram abertos a clientes e convidados, e aconteceram nos dias 12, 23 e 30/06, em Curitiba.