Etiqueta

Building Information Modeling

BIM-Blue3-780x644-780x564

Conheça a tecnologia que promete ser o futuro da construção civil

Matéria no caderno Haus da Gazeta do povo destaca o 4º. Encontro de Tecnologia de Produção e Comunicação CAD/BIM e fala sobre a importância da tecnologia para a indústria da Arquitetura e Construção Civel. Confira:

Controlar custos, qualidade e impacto ambiental de uma obra desde a fase do desenho até o fim de sua vida útil. Essa é a promessa do Building Information Modeling (BIM) para arquitetos, engenheiros e projetistas.

O 4º. Encontro de Tecnologia de Produção e Comunicação CAD/BIM, realizado na quinta-feira, 27 de abril, pela Associação Paranaense dos Escritórios de Arquitetura (AsBEA-PR) contou com três palestras sobre o tema. “A gente vinha falando muito de BIM nos encontros anteriores. Era preciso explicar por que, como e quando implantar. Queríamos tirar o medo dos profissionais de arquitetura e engenharia e mostrar que não estamos pensando daqui a cinco ou dez anos, mas nos profissionais de hoje”, afirma Keiro Yamawaki, presidente da AsBEA.

Businessman Notepad Roi Word Concept

Medindo o ROI em BIM

02_figblog

A Autodesk vem conversando com várias empresas líderes em AEC, que já mencionaram a dificuldade em calcular o valor do BIM, e por isso contratou uma pesquisa através de duas empresas independentes: King Brown Partners e Scan Consulting.

Foi um processo estruturado em etapas, entrevistando empresas Norte Americanas e também alguns Grupos Executivos de São Paulo.

O material está muito bem elaborado e irá apoiar várias decisões profissionais e de negócio neste momento oportuno que estamos passando agora no Brasil. Porque é exatamente no período de pouco movimento que devemos investir em melhorias de processo, renovação da capacitação da equipe e melhorias de infraestrutura corporativa.

01_figblog

É extremamente importante que Proprietários, Incorporadoras e Construtoras entendam que a metodologia permite redução de prejuízos. BIM não pode ser associado apenas aos Arquitetos que desejam fazer maquetes eletrônicas bonitas, mas sim a todos os níveis, com o intuito de desenvolver um projeto de fácil compreensão e aprovação, mas servindo efetivamente para apoiar a construção, e mais além, na operação e manutenção de empreendimentos que irão perdurar por 50, 100 anos, ou mais.

No Cálculo do investimento, por exemplo, foram considerados vários aspectos, como:

  • Investimento Inicial
  • Custos por projeto
  • Planejamento estratégico

Se você ainda faz perguntas do tipo…

  • Como dimensionar o BIM à minha empresa ou ao Projeto em questão?
  • O que posso medir para embasar uma decisão por inovação?
  • Qual o impacto em cada nível profissional, e como adequar as funções antigas aos novos processos de trabalho, para que haja sucesso com o BIM?

Estas e outras são abordadas no E-book, e soluções são sugeridas de acordo com as melhores práticas dos Líderes em BIM, dos EUA e do Brasil.

Afinal, a adoção do BIM está diretamente associada ao fato de que todos os envolvidos no ciclo de vida do Empreendimento querem ganhar mais dinheiro. Seja por entregar um projeto totalmente compatibilizado, com menor consumo de HH, ou seja porque a construtora vai conseguir cumprir os prazos, reduzir as perdas de material, programar efetivamente cada tarefa.

Quanto mais rápido e eficiente o Ciclo de Projeto é concluído, maior o retorno do investimento também para quem vai operar uma Universidade, Centro Empresarial, Shopping, Fábrica, Hospital ou qualquer outro tipo de estabelecimento.

O E-book é gratuito e está disponível no site da Autodesk: clique aqui

Future_Of_Making_Things-07-1024x576

Conheça o mundo AEC – novo Blog Oficial sobre AEC da Autodesk Brasil

A Autodesk neste ano apresentou a AEC Collection, porque entende que o mundo AEC (Arquitetura, Engenharia e Construção) está todo conectado, sendo só um elemento. Imagine você projetar um edifício sem entender como será a sua implantação? Qual será o trabalho de terraplenagem? A drenagem? O seu impacto no entorno? Na mobilidade urbana? Ou mesmo um projeto de uma ponte, no qual preciso das mesmas ferramentas de detalhamento de estruturas de edifícios, ou se preciso fazer estudos preliminares, planejamento, avaliações diversas, levantamento por captura da realidade, etc.

Neste intuito, o time técnico da Autodesk resolveu unir os blogs http://autocad-revit-arquitetura.typepad.com/ e o blog infrabrasil.autodesk.com em um novo blog sobre AEC, aonde especialistas vão discutir todas as  soluções e tecnologias para esta industria, além também de assuntos referentes ao mundo AEC em geral, como tendências, BIM, o mercado e o futuro de como se projetar e fazer as coisas, entre outros.

Além disto a Autodesk tem investido fortemente em soluções de colaboração como o Collaboration for Revit e BIM 360 Team e em construção com a sua linha BIM 360, além de ferramentas de visualização e gameficação como o Autodesk Live  e o Autodesk Stingray

Para esta missão o blog contará  com o time de especialistas da Autodesk para AEC. Conheça cada um deles melhor aqui

Conheça também o canal no Youtube 

Mas do que vamos falar aqui? Em todo o mundo, indústrias evoluem à medida que novas tecnologias transformam a maneira como as pessoas criam produtos, edifícios, infraestrutura e muito mais. Tendências tecnológicas têm mudado a maneira com a qual os profissionais de arquitetura, engenharia e construção planejam, projetam, constroem e mantêm o ambiente construído e os serviços públicos oferecidos à população. A tecnologia tem sempre transformado a maneira como as coisas são feitas e tem aberto oportunidades para determinar e moldar o nosso futuro. Neste contexto de inovação e transformação tecnológica a “Modelagem da Informação da Construção” (Building Information Modeling – BIM) insere-se como um novo processo que se baseia em modelos tridimensionais inteligentes para a criação, a construção e o gerenciamento de edifícios e infraestrutura. As informações precisas e acessíveis nesses modelos capacitam os membros de um projeto a tomar melhores decisões e a responder mais rapidamente às necessidades do projeto. BIM já é um processo amplamente aceito em várias partes do mundo. De acordo com pesquisas realizadas pela consultoria McGraw-Hill em empresas de construção norte-americanas, BIM é usado atualmente por mais de 70% da indústria de Arquitetura, Engenharia e Construção (AEC). Em acrésBIMo, 50% das empresas relataram o uso de BIM para projetos de infraestrutura. Além disso, o número de governos, incluindo os dos EUA, Reino Unido, Cingapura, Finlândia, Alemanha, França, Brasil e China, com mandatos (“BIM Mandates”) estabelecidos ou políticas BIM emergentes continua a crescer.

Hoje o BIM  tem sua relevância para todos os setores da Arquitetura, Engenharia e Construção, isto é, mesmo havendo hoje algumas definições complementares como CIM (Civil Information Modeling) não utilizamos a mesma. Primeiro a norma ISO/ABNT 12006/15965 que traduziu BIM como “Modelagem da Informação da Construção”, sendo Construção tanto de infraestrutura civil e edificação, como estradas, ferrovias, etc. Como também vários grupos de trabalho ao redor do mundo que trata o BIM como um grande corpo de metodologia que entende as suas aplicações como subgrupos do uso do BIM para Edificação, o BIM para Infraestrutura, etc. Sendo assim o BLOG trata o BIM de maneira ampla e plural.

infrastructure_roads_cowi-01

À medida que o uso de BIM avança, cresce a quantidade de informações de projeto mantidas em meio digital. A continuidade desta informação ao longo do ciclo de vida de um projeto é fundamental para o cumprimento dos valores e do sucesso de um projeto baseado em BIM. Com a proliferação de informações, as empresas precisam de uma abordagem mais integrada para capturar, gerenciar e compartilhar dados entre equipes de projeto e construção cada vez mais diversas e distribuídas, afim de maximizar os benefícios para os negócios.

Entretanto, a implementação de BIM não é uma tarefa fácil. Envolve tanto revisão de processos quanto adoção de nova tecnologia. Destes dois, os processos representam cerca de 80% da solução e a tecnologia apenas 20%. As pessoas, ainda mais importantes, representam 100% da solução, pois são elas que devem abraçar os novos processos e as novas tecnologias.

LIVE_Editor_Sarang_BIM

As empresas mais bem-sucedidas com BIM já perceberam que a Modelagem da Informação da Construção é, em primeiro lugar, uma decisão de negócios e têm clareza de como BIM apoiará a estratégia da sua organização. Elas também reconhecem que BIM é uma decisão de gestão, pois sem as pessoas certas a implementação BIM não será bem-sucedida. E, por último, mas não menos importante, elas concordam que adotar BIM envolve mudar muitos dos processos existentes.

construction-47349180

 

Fonte: Blog da Autodesk